Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa
Imagem1

Stress. Ansiedade.
Chocolate. Café. Um cigarro também ajuda.
Açúcar. Doping cognitivo.
Para chegar “high”. E chegar depressa.
Porém, o céu afasta-se
– Afinal de contas, o universo está em expansão.
Horários, deveres, obrigações que trazem dinheiro.
Tempo que não há.
Melhor encher o mealheiro para abrir aos 60:
Gastar em ansiolíticos e hospitalizações no privado,
Que o público não tem camas.
Viver depressa, literalmente.
Consumir rápido, estudar rápido, dormir rápido,
O corpo é que já não se sabe mexer rápido.
Cabeça a 80 e corpo a 8.
Assim mesmo: redondinho como um 8.
O tempo vale mais que o dinheiro.

Júlia Machado Ribeiro, 6º ano